30
dez
2015
0

Dicas para viajar sem gastar muito

No ultimo post do bmeeting eu resolvi complementar ainda mais a temática e dar dicas de como viajar sem gastar muito nestas férias, então caneta na mão, anotem tudo e divirtam-se.

1- Pesquise a respeito das melhores opções de linhas aéreas, ônibus, navios e trens. A Internet fornece um meio muito bom para fazer isso. Tire vantagem de companhias aéreas de baixo custo, por exemplo, aquelas linhas comerciais que possuem o mesmo destino, mas que cobram uma fração do preço normal.

  • “Para viagens de trem”. A Amtrak é a companhia nacional de trens dos Estados Unidos. Na Europa considere comprar um Passe Eurail (para aqueles que não são cidadãos da União Európeia) ou Passe Interail (caso seja cidadão da união Européia) para as linhas de trem internacionais.
  • Para ônibus. Nos Estados Unidos, a Greyhound fornece viagens de ônibus. Na Europa, a Eurolines disponibiliza passes que cobrem as viagens entre mais de 45 cidades europeias. A Megabus, por sua vez, fornece viagens rodoviárias entre cidades na América do Norte e também na Europa.
  • Para viagens aéreas. Uma viagem aérea é geralmente o modo mais caro de viajar. Use sites de comparação de preços de passagem, como o travelsupermarket, decolar.com, skycanner e kaayak. Consulte agências de viagem, como a travelocity, expedia e opodo.
  • Para viagens de navio e balsa. Cruzeiros podem ser baratos se você considerar que acomodações e alimentação estão inclusas. A Cunard opera cruzeiros transatlânticos. O site TheCruisePeople é uma opção para fazer comparação de preços.
  • Caso vá viajar por longas distâncias com um ônibus, agende sua viagem para o período da noite. Isso pode não fornecer uma noite de sono muito confortável, mas você irá economizar um dinheiro extra para gastar no seu destino.
  • Sempre procure por fornecedores de serviços que sejam coerentes antes de viajar e apenas reserve com antecedência se tiver plena certeza da sua decisão.

IMG-20150714-WA0064

2- Pesquise a respeito de boas opções de acomodação. Faça uma busca online e pegue listas de todos os Hostels de Jovens e de Mochileiros nos lugares que você escolheu visitar. Lembre-se de que suas acomodações não têm que ser necessariamente de primeira classe, se está procurando um lugar apenas para dormir.

  • Considere trens com dormitórios e beliches para combinar custos de deslocamento e acomodação.
  • Caso seja sortudo o suficiente para encontrar amigos que se disponibilizem a acomodá-lo, tenha certeza de cumprir sua parte como um bom hóspede durante sua estadia, mantendo sua área limpa, arrumando sua cama todas as manhãs e ajudando com as tarefas.
  • Aproveitem as tarifas “Last Minute” dos Hotéis: Geralmente reservar hotéis dentro dos 20 dias que antecedem a hospedagem, pode garantir excelentes tarifas. Essa dica vale apenas para baixa temporada, fora de feriados e grandes eventos.  Vale a pena conferir o calendário nacional da cidade que você pretende visitar na fase de planejamento para evitar esse tipo de problema.
  • Caso esteja reservando suas acomodações pela Internet, reserve o hotel ou hostel por apenas uma noite. Desse modo, já terá um lugar para ficar quando chegar, mas pode procurar por melhores opções no próximo dia. Você pode deixar sua bagagem no primeiro hostel e assim não precisará carregá-la até encontrar um lugar mais barato.
  • Verifique websites como LateRooms.com, Lastminute.com e HotelTonight para reservas de viagem de última hora.
  • Ligue diretamente para os hotéis. Descontos em websites são boas opções, mas às vezes, melhores preços são disponibilizados diretamente pelo hotel; podem até mesmo serem descontos para reservas de vários dias seguidos.
  • Reserve um quarto que seja parecido com uma kitnet. Mesmo que tenha apenas um microondas e um frigobar, você pode preparar suas próprias refeições e economizar muito dinheiro.
  • Caso vá ficar em um lugar por um longo período de tempo, considere reservar um apartamento ou cabine, ao invés de um quarto de hotel. Eles não incluem a limpeza diária, mas são bem mais baratos. Além disso, você pode cozinhar sua própria comida.

3- Aproveite seus dias sem gastar muito. Caminhe muito pelos lugares e visite atrações gratuitas e baratas. Use ônibus e outros meios de transporte público e barato. Você pode aprender muito sobre o lugar sem gastar muito dinheiro. Converse com as pessoas que pareçam amigáveis e peça sugestões. Aproveite algumas atrações de rua como parte da sua experiência de viagem. Visite centros de informação para turistas, onde também pode obter informações e solicitar guias que orientem como você pode maximizar sua estadia e experiência sem gastar demais. Muitos escritórios para visitantes fornecem passes de desconto para transportes. Verifique online antecipadamente para descobrir possíveis dias de visitação gratuita a museus.

HH

4- Arrume uma mochila. Optar por levar mochilas com o mínimo pode ser extremamente vantajoso, se as suas malas são pesadas você vai pagar: por um táxi, gorjetas para o camareiro, vai ter que ficar em hotel com elevador, pagar pela bagagem (em alguns casos) e excesso de bagagem.

  • Leve somente o extremamente necessário, certas coisas são mais baratas compradas no local.
  • Nunca leve jóias de boa qualidade com você, caso esteja viajando desse modo.
  • A única coisa cara que você precisa é uma câmera, que deve estar presa ao seu corpo.
  • Leve um sarongue para usar como lençol, toalha, roupa para o dia e para noite, etc..

Snapchat--4289583506426649105

5- Comer fora do hotel. Comprar aqueles pacotes de alimentação como meia pensão ou pensão completa pode parecer vantajoso mas acabam saindo caro.

  • Fora do hotel você pode procurar por restaurantes para saborear a culinária local e ainda comparar preços. Assim, você pode passear à vontade sem a preocupação de perder o horário que a comida será servida.
  • Você também pode optar por fazer pequenos lanches durante o dia do que gastar uma fortuna num jantar naquele restaurante chique.
  •  Leve macarrão instantâneo de copo e pacotes de sopa. Desse modo, você pode viajar cerca de seis semanas com apenas mil dólares em dinheiro.
  • Caso vá permanecer em um lugar por mais do que alguns dias, compre alguns comestíveis. Mesmo se o lugar onde está não tenha uma geladeira, você pode comprar algumas frutas, vegetais e pão no mercado local. Isso irá custar muito menos do que a comida de um restaurante. Quando estiver com fome, coma um pedaço de fruta ou um pão. Caso ainda sinta que precisa de comida de “verdade”, você não precisará comprar muita quantidade.
  • IMG-20150818-WA0057

6- Troca de dinheiro. Lembre-se sempre, dinheiro na mão é sempre a melhor opção.

  • Os cartões de crédito internacionais são úteis, mas o IOF (Imposto sobre operações financeiras) é de 6,38%.
  • Trocar dinheiro em casa de câmbio terá um acréscimo de cerca de 10% a mais do valor da conversão da moeda. É assim que essas lojas faturam.
  • Existem também os cartões de débito com pré-recarga internacional, como o Visa Travel Money. Apesar da taxa de conversão ser um pouco mais cara que as casas de câmbio. O IOF é de apenas 0,38% e se o dinheiro acabar, alguém aqui no Brasil pode fazer a recarga para você. Mas nesse caso deve-se evitar que sobre crédito no cartão, pois as taxas para reembolso são altíssimas.
  • Leve dinheiro ao invés de cheques de viagem, ao menos que esteja indo para a Europa. Carregue seu dinheiro e passaportes em modelos de carteira que ficam presas ao corpo e nunca os perca de vista.

 

7- Não exagere nas lembranças de viagem. Evite comprar “lembrancinhas de viagem” para todos. As pequenas lembranças podem deixar um rombo no orçamento e excesso de bagagem para bancar.

  • Compre somente coisas para você e no máximo aquele item de coleção.
  • Desde que você esteja disposto a aventurar-se e não tenha viajado apenas para fazer compras, não precisa comprar lembrancinhas. Ao invés disso, tire muitas fotos e deixe que elas sejam suas lembranças de viagem.

8- Escolha seu destino com cuidado. Se uma viagem ao exterior parece fora de questão, considere uma opção mais barata.

  • Viagens para os países do Mercosul podem ser uma boa pedida, além da viagem sair mais barata, a moeda local vale menos que o real, fazendo com que seu dinheiro valha quase o dobro.
  • Aproveite também para conhecer nosso país, escolhendo destinos nacionais que talvez você possa ir até de carro, afinal, o importante é viajar e conhecer lugares novos.

Dêem uma olhada nos perfis dos meus amigos também e escolha seu destino.

Cristina-Magaldi-Blog

Cristina Magaldi

www.crismagaldiblog.com

Insta: crismagaldiblog

Ana-Elisa-Beleza-em-terapia

Ana Elisa

www.belezaemterapia.com.br

insta: belezaemterapia

Lis-Estilo-pra-vida-real

Lis Silva Souza

www.estilopravidareal.com.br

Insta: estilopravida

Pamella-Swinka

Pâmella Swinka

www.pamellaswinka.blogspot.com.br

Insta: pamellaswinka

Rafael-Silva-Hipotenusa-Style

Rafael Silva

www.hipotenusastyle.com

Insta: hipotenusastyle

Espero que tenham gostado!!!

Beijinhos.

You may also like

Make de Natal
Lasanha de batata
Bmeeting: Cinco sugestões para presente de Natal
Bmeeting apresenta seu primeiro Post Roll

1 Resposta

  1. Post mega bi ultra super proveitoso, suas dicas são excelentes, e sempre na empolgação de viajar esquecemos um monte destas dicas, o melhor é como você disse, lápis e papel e anotar tudoooo. A dica do macarrão instantâneo sempre está nas minhas listas, independente do destino. Beijão e feliz ano novo.

Deixe uma resposta