24
abr
2015
1

SPFW – terceiro dia

No SPFW – terceiro dia farei a cobertura completa com o que houve de melhor na quarta-feira, dia 15/04.

10:00 – Isabela Capeto

DIREÇÃO CRIATIVA: Isabela Capeto. STYLING E DIREÇÃO DE DESFILE: Felipe Veloso. BELEZA: Max Weber. TRILHA SONORA: Cris Naumovs. PARTICIPAÇÃO ESPECIAL:Roberta Sá

INSPIRAÇÕES: Ritual de renovação, praias do Rio de Janeiro

MATERIAIS: Algodão, seda, gorgurão, linho, organza, crepe, tule e renda

Os fashionistas amantes do handmade levado às últimas consequências podem dormir em paz novamente: Isabela Capeto está de volta, e não decepciona com suas preciosidades artesanais. Uma oferenda para Iemanjá é o ritual de renovação que simboliza seu retorno às semanas de moda, inspirada pelo mar e pelo orixá feminino, a estilista recortou, bordou, rebordou, criou rendas richelieu em forma de conchas e estrelas do mar para aplicá-las nas barras dos vestidos, recortou estampas da própria coleção como a do peixe e a aplicou em outra peça, para bordar paetê por paetê o corpo do bicho, com um efeito tridimensional de escamas. E tem mais: conchas de verdade, contas e búzios também foram bordados, pendurados meticulosamente, ao longo das peças. No vestido floral – as flores representam as oferendas jogadas ao mar no Ano Novo, inúmeras minipérolas são bordadas, criando um delicado efeito, no vestido preto e branco, com a estampa recortada e recosturada.

Untitled-1Pensado inicialmente para ser mais uma apresentação do que um desfile, o show foi realizado na Tag Gallery, no centro de São Paulo, e contou ainda com uma performance da cantora Roberta Sá. Destaque para os lindos acessórios da designer Brenda Vidal, de prata e prata banhada com ouro amarelo, que transformavam conchas, estrelas do mar e pérolas em braceletes, colares e brincos.

isabela-capeto-spfw-verao2016-59-654x982

11:30 – Reinaldo Lourenço

DIREÇÃO CRIATIVA: Reinaldo Lourenço. STYLING: Reinaldo Lourenço e Flavia Lafer. BELEZA: Fabiana Gomes para a MAC e Ricardo Rodrigues (Studio W). TRILHA SONORA: Max Blum. DIREÇÃO DE DESFILE: Augusto Mariotti.

INSPIRAÇÃO:O romantismo e a subversão de gêneros, George Sand e Chopin, fraques e smokings masculinos, grafismos das partituras

MATERIAIS:Jacquard, gorgurão, cetim duchesse, crepe patou, drá de seda, rendas guipure, organza de seda

“George Sand foi uma das primeiras mulheres a usar roupa de homem. Algo que está muito em voga hoje, por isso achei que este era o momento de colocar isso em evidência”, conta Reinaldo Lourenço. Conhecida como baronesa de Dudevant, a romancista francesa do século 19 foi a referência de pesquisa do estilista para criar seu verão em que os trajes de gala masculinos são reinterpretados nos looks femininos. As faixas de cintura de smokings, então aparecem nas minissaias com barra arredondada, nas bermudas que já são must-have da próxima temporada. Na parte de trás, a brincadeira com as costas dos fraques aparece e dá um divertido e charmoso movimento a algumas destas saias e bermudas. Usados em concertos e traje dos músicos clássicos, esta elegância austera também faz referência a Chopin, outra inspiração do designer.

Untitled-1Os jabôs das roupas históricas surgem revisitados em tons pastel de rosa e azul, com efeito coquete para quebrar a sisudez que a alfaiataria impecável e os tecidos nobres impõem. Na padronagem, o losango no jacquard rosa bebê de calças ajustadas e paletós com corte de fraque merece destaque.

1

13:30 – Alexandre Herchcovitch

DIREÇÃO CRIATIVA: Alexandre Herchcovitch. EDIÇÃO E STYLING: Mauricio Ianes. BELEZA: Robert Estevão. TRILHA: Max Blum. DIREÇÃO DE DESFILE: Roberta Marzolla.

INSPIRAÇÃO: Japão, alfaiataria oriental, pescadoras de pérolas, inspirações vindas do mar, onda e espuma.

MATERIAIS: Linho com algodão, crepe de chine de seda, chiffon de seda, viscose, poliéster floral, látex, jacquard de algodão.

Uma das tradições do Japão que pouco conhecemos é a das “mulheres do mar” ou as pescadoras de pérolas. Elas eram especialistas em descer até 9 mil metros mar gelado abaixo usando apenas um “fundoshi” (tapa sexo), que deixava seu corpo mais livre. De peito aberto, saíam em busca de pérolas, segurando a respiração através de técnicas especiais. Quem de fato voltava com uma pérola, ganhava um bonus. Essa imagem parece incrível o suficiente para inspirar Alexandre Herchcovitch, com sua gama de elementos que cercam a simbologia feminina: a força, a coragem, o seio, a calma, a garra, o sacrifício. Mostrando as peças que melhor traduzia todos os momentos da coleção, ele diz que foi atrás de outros temas que cercavam sua primeira referência. E então vieram a alfaiataria oriental e o mar, com suas ondas e espumas, vestidos que lembram maiôs, texturas que lembram algas, a figura da sereia. O mar está rendendo boas histórias nesta temporada e a de Alexandre é como a gente espera, incomum, com um toque de inusitado. O floral lembra os desenhos que enfeitavam as calcinhas de algumas mergulhadoras.

O desfile começa com um casaco de linho e algodão e shape quadrado e evolui a partir daí para técnicas hiper elaboradas, como os babados que aparecem dentro e fora de alguns looks. Há maneiras de trabalhar o babado que o torna desgastado, em um efeito espuma do mar. Esse trabalho também é visto no látex, material que Herchcovitch domina bem e que faz parte de seus momentos de moda mais icônicos. Para chegar a esse resultado, muitos testes são feitos antes e metros de tecido são usados. A proporção é: 5 metros vira 1 metro de babado.

Untitled-1 Muitos bônus para as pescadoras de Alexandre.

alexandre-herchcovitch-spfw-verao2016-39-654x983

15:00 – Ronaldo Fraga

DIREÇÃO CRIATIVA: Ronaldo Fraga. BELEZA: Marcos Costa. TRILHA SONORA: Ton Garcia. DIREÇÃO DE DESFILE: Roberta Marzolla. CENOGRAFIA: Clarissa Neves e Paulo Waisberg

INSPIRAÇÃO: Sereias

A vida de uma mulher é cercada por um padrão de beleza que ela nunca alcançará, e que em intensidades diferentes a deixará mais ou menos frustrada, dependendo de uma equação de momento de vida, auto-estima, capacidade de reflexão, meio em que vive, etc. Pois ao sentarem na sala de desfiles por volta das quatro e meia da tarde de uma quarta-feira, as mulheres convidadas da apresentação de Ronaldo Fraga olharam para frente e respiraram aliviadas: ali, o tipo de beleza delas estava sendo celebrado. Com o busto à mostra, 35 amigas ou amigas de amigos do estilista, velhas e jovens, de diferentes profissões, encarnavam as sereias, tema da coleção e também nome do projeto com artesãs da Paraíba que criam acessórios a partir de escamas de peixe, capacitadas pelo estilistas para agregarem design ao expertise. As Sereias da Penha assinam os lindos colares desfilados. “Têm efeito de madrepérola”, conta o estilista, que as orientou a não tingir o material, que também aparece bordado em vários dos looks.

Untitled-1Com caudas de tecido tom de pele, sentadas em pneus sobre um mar de plástico bolha, espelho na mão voltado para a plateia, as sereias democratizavam a beleza sem regras e chamavam a atenção para a poluição ambiental. Dessa preocupação de Ronaldo nasceu um dos tecidos da coleção, um fio biodegradável decomposto em poucos anos quando descartado e desenvolvido pela Santa Constancia, com um aspecto que lembra uma viscose, usado nos looks coloridos. O jacquard de esqueletos de sereias, a estampa de oferendas feita por Leo Santana a partir de uma foto tirada em Olinda, as estampas de peixes e corais, as sedas e os tricôs compunham uma gama rica de tecidos. Além do discurso, Ronaldo trouxe luxo à passarela. O glamour da coleção aparece nas transparências dos vestidos nude inteiros bordados de paetês de escamas e perolinhas, nas saias com camadas de babados que remetiam às ondas do mar, nas assimetrias que reinterpretavam a cauda da sereia. Um verão com sensualidade evidente sem ser banal, com corpo delineado, cintura marcada, decotes profundos. É uma coleção de texturas, sobreposições e transparências.

1Merece destaque o vestido caramelo longo com efeito sanfonado, feito a partir da mistura de um fio de poliamida usado dentro da borracha de pneus e que dá um volume ao mesmo tempo firme e maleável. “Essa série simboliza o cabelo da sereia.” Ainda, os crochês metalizados e no azul profundo, com aspecto rústico, feitos com linha de pesca e tiras do tecido biodegradável, com um lindo resultado.

ronaldo-fraga-spfw-verao2016-41-654x983

16:00 – Lolitta

DIREÇÃO CRIATIVA: Lolita Zurita Hannud. STYLING: Pedro Sales. BELEZA: Silvio Giorgio. TRILHA SONORA: Max Blum. DIREÇÃO DE DESFILE: Zee Nunes.

INSPIRAÇÕES: Anos 50, o filme “O Jardim Secreto” (1993).

MATERIAIS: Tressê de tricô, tricô de couro, patchwork de renda, laise, bordados de cristais Swarovski.

O tricô de luxo da Lolitta entra em nova fase. Pensando numa cliente que cresceu e amadureceu junto com a marca, a estilista experimenta novos shapes e texturas, sem deixar de lado o DNA super feminino da marca.

Untitled-1À conhecida silhueta alongada e ajustada dos vestidos da grife foram acrescentados modelos não tão próximos ao corpo. A partir do tricô, a grife consegue efeitos de tressê, renda, tricô de couro, garantindo um mix de texturas que enriquece a roupa.

lolitta-spfw-verao2016-26-654x983

17:00 – Salinas

DIREÇÃO DE CRIAÇÃO: Jacqueline de Biase. STYLING: Pedro Sales. BELEZA: Rodrigo Costa. TRILHA: Max Blum. DIREÇÃO DE DESFILE E CENÁRIO: Zee Nunes.

INSPIRAÇÃO: Essaouira, Marrocos

MATERIAIS: Lycra com textura e brilho, lycra com aspecto empapelado, laise, linho e seda.

Untitled-1Mandalas, modelagens esvoaçantes, estampas de coqueiros e tons terrosos habitam as passarelas marroquinas da Salinas.

salinas-spfw-verao2016-33-654x983

18:00 – Vitorino Campos

DIREÇÃO CRIATIVA: Vitorino Campos. STYLING: Michael Vendola. BELEZA: Fabiana Gomes (M.A.C). DIREÇÃO GERAL: Natalia Troccoli. DIREÇÃO DE DESFILE E PRODUÇÃO EXECUTIVA: Daniel Freire.

INSPIRAÇÃO: O encontro entre Patti Smith e Robert Mapplethorpe

MATERIAIS: Algodão e seda

A camisa branca é super presente e um dos elementos chave da coleção, junto ao suéter e a t-shirt, que rendem as melhores imagens do desfile. O tricô rosa cropped já ganhou dona, a modelo Cris Herrmann, uma das musas do estilista, que já usava o seu no dia seguinte ao desfile. A camiseta preta, também cortada, usada por Vanessa Moreira é o look chave da coleção e o mais importante para Vitorino. De fato, é um momento que exala juventude, que pode tanto ser dos anos 70 quanto dos 90. Todas as peças são feitas em algodão e seda, ótimas escolhas para o verão. Apesar da androginia evidente, há elementos ultrafemininos, como o uso da renda, especialmente a azul, e dos bordados, feito por um estudante da escola francesa Lesage, com nove técnicas de bordado em apenas uma tirinha. O xadrez também evoca essa delicadeza, evoca infância e inocência.

Untitled-1E o que é a bolsa-lancheira? Pensada para o dia-a-dia, ela é térmica e atende também as mulheres que, cada vez mais vezes, optam por levar comida de casa para o trabalho. Aliás, bem atual essa abordagem, já que este mercado está cada vez mais sofisticado.

vitorino-campos-spfw-verao2016-30-654x983

19:00 – João Pimenta

Essa é a nova fase do estilista: a de romper a barreira dos gêneros. Um raciocínio quase natural levando em conta a trajetória do designer, que faz um exercício incansável de cruzamento de repertórios do guarda-roupa para homens e mulheres.

Se depender do verão 2016 do estilista, o closet de meninos e meninas será compartilhado. Faz todo sentido ao ver looks como o colete de alfaiataria longo, peça must-have da temporada, desfilada em tantas marcas femininas neste SPFW. Ou a calça curta mais ajustada. Os jacquards de renda e as túnicas tipo paletó também convidam a serem experimentados pelos dois sexos. Em outros casos, como os dos costumes mais amplos, a proposta fica um pouco mais radical. Trata-se, afinal, do início de uma nova maneira de lidar com roupas totalmente conectada com o que há de mais contemporâneo na moda e no comportamento, o passo seguinte à tendência do toque masculino no prêt-à-porter feminino.

Untitled-1joao-pimenta-spfw-verao2016-34-654x983

20:30 – Colcci

DIREÇÃO CRIATIVA: Adriana Zucco e Jeziel Moraes. STYLING: Daniel Ueda. BELEZA: Robert Estevão (cabelo) e Henrique Martins (maquiagem). TRILHA SONORA: Max Blum. DIREÇÃO DE DESFILE: Ruy Furtado.

INSPIRAÇÃO: A música “Flower Punk”, de Frank Zappa e a leitura não literal do rock.

MATERIAIS: Jacquard em fio tinto, algodões batidos, chifons, gazar e couro.

O assunto da noite era Gisele. Depois de mais de uma dezena de desfiles pela Colcci e 20 anos de carreira, a top model anunciou sua aposentadoria oficial das passarelas. Comoção geral, transmissão ao vivo do desfile no fim do Jornal Nacional, aglomeração na entrada da sala de desfiles digna de shows de estrelas do rock. O gênero musical, aliás, foi o tema anunciado para o Verão 2016 da grife. Sai Gisele, ficam as roupas da marca, vendidas em centenas de pontos de venda pelo País.

1Além da referência roqueira suavizada para o calor e batizada de “Flower Punk”, um mix de shapes e propostas temáticas compôs a coleção da marca. As bermudas de cintura alta, ora em jeans azul mais claro, ora em jacquard encorpado, são boas opções para o verão.2

Em versão mais curta, ora sugeriam romantismo ao estilo 70 como no look com shortinho e bata floral pb com renda vazada tipo baby-doll, ora, no look seguinte, apontavam para uma garota supercool que faz mix de estampas com o short xadrez amarelo e preto combinado com a parka de poás em pb e camisa cropped quadriculada. Na modelagem também houve alternância entre os looks estruturados, caso do macacão de bermuda vermelho, preto e acinzentado com desenho gráfico e mangas curtas tipo sino com print pixelado e os leves e soltos, com rendas transparentes em vestidos como o branco com o qual Gisele abriu o desfile e o preto mídi de manga curta.Untitled-1No fim da apresentação, uma despedida acalorada com modelos veteranas como Fernanda Tavares, Ana Claudia Michels e Carol Ribeiro entrando na passarela de jeans e camisetas em homenagem à top.

3

Para quem se interessou pelo trabalho de algum estilista e quer saber mais é só clicar no nome.

Isabela Capeto, Reinaldo LourençoAlexandre HerchcovitchRonaldo FragaLolitta, Salinas, Vitorino Campos, João Pimenta, Colcci

Espero que tenham gostado,

Beijinhos.

You may also like

Dica Truss
Truss Hair Alexandre Herchcovitch
SPFW – Verão 2016, segundo dia
SPFW – Verão 2016

Deixe uma resposta